Correr x Caminhar

Correr x Caminhar:

Se você quer praticidade e liberdade para fazer um exercício, sua opção pode ser tanto a corrida quanto a caminhada. Agora, se o seu objetivo é emagrecer, outros critérios devem ser levados em consideração. Os especialistas são unânimes em considerar a corrida um esporte eficaz contra as gorduras e capaz de provocar um gasto calórico maior do que a caminhada. Caminhar durante uma hora pode queimar, em média, de 350 a 400 calorias, enquanto que correr, de 500 a 550.

Cuide da postura Na caminhada, o atleta mantém sempre um pé no chão. Já na corrida, no momento do trote, os dois pés não o tocam. Veja dicas:
Na caminhada: Olhe para o horizonte com a cabeça bem centrada entre os ombros. Mantenha o quadril reto. Ao dar o passo, o calcanhar toca o piso primeiro, depois toda a extensão da sola até o dedão do pé dar o impulso. Os braços devem ficar dobrados a 90º e punhos levemente fechados e ter seus movimentos alternados em relação às pernas.
Na corrida: a postura deve ser a mesma. A diferença é que na hora de dar impulso para o próximo passo há o chamado trote: o atleta dá um pequeno pulo e tira os dois pés do chão.

Não se esqueça de cuidar da respiração: inspire pelo nariz e solte o ar pela boca de forma que a reserva de oxigênio entre em sincronia com os passos e não lhe falte ar para cumprir o tempo de treino.

Pequenos desafios
Se você acha que a caminhada é leve demais para ajudá-la a enxugar os quilinhos que deseja, a sugestão é incrementar o treino escolhendo um trajeto com pequenos trechos de subida. Isso, certamente, irá aumentar o gasto calórico.
A escolha certa é o primeiro passo para garantir resultados mais rápidos e, assim, ficar motivada para não desistir do treino.
Sempre um pouquinho
Para que os passos realmente façam alguma diferença na balança, a freqüência e a forma com que uma pessoa treina pode contar muito mais do que o poder e a intensidade de um exercício. O segredo não é fazer muito e se desgastar, mas fazer sempre.
A escolha de uma atividade e a carga do treino devem respeitar os limites de cada um. Caso contrário, o esforço será em vão. Se uma pessoa não está preparada para correr, ela não conseguirá cumprir um tempo razoável de corrida para queimar todas as calorias que esse esporte permite.

Nesse caso, a caminhada acaba sendo mais adequada e até mais poderosa do que a corrida. Afinal, se eu tenho pique para caminhar durante meia hora, todos os dias, não é melhor do que conseguir correr apenas dois dias na semana?
E não é só. A corrida, além de exigir mais fôlego do que a caminhada, também oferece impacto sobre músculos e articulações. Pessoas obesas, idosas e sedentárias recomenda-se começar com caminhadas e só depois que atingirem um bom condicionamento físico, investir na corrida.
Hidratação
Ela é essencial para garantir o seu desempenho no treino e derruba aquele mito de que correr ou caminhar com muita roupa poderia ajudar a queimar mais calorias. Quem está desidratado não consegue fazer a quantidade de exercícios que poderia, portanto, também queima menos calorias. O ideal é investir em roupas leves e beber água antes, durante e após o treino.
A quantidade irá depender do tempo de atividade e do organismo de cada atleta. Geralmente, depois de meia hora de exercícios, o corpo já precisa de uma reposição de líquidos. Para ter certeza, porém, da sua necessidade, a dica é se pesar antes e depois do treino e descontar a quantidade de líquidos ingerida. O resultado dá uma noção de quanto líquido você elimina durante os exercícios e, portanto, quanto deve repor.

0 Comments:

Post a Comment