É Tempo de Paz


O que é o tempo, senão uma sucessão de acontecimentos,
momentos
promissores para se pensar em construir a paz
entre povos e nações?

Mas, para que as sementes de paz germinem em toda a terra,
é necessário encontrar semeadores de boa vontade,
terreno cultivável onde a justiça se desenvolva
num clima que favoreça o eqüitativo crescimento de todos.

Portanto, é urgente se pensar na humanização dos povos e
nações, no respeito as diversidade étnicas, costumes e crenças.

No estabelecimento de uma nova ordem mundial,
fundamentada na compreensão e valorização dos seres humanos.

Como falar de paz quando se vive num mundo
que promove a guerra, que mutila e mata,
que gera ódio e vinganças, que cria massa de gente faminta,
de pobres esfarrapados, crianças assustadas, pessoas tristes,
sem perspectiva de um futuro melhor?

Neste panorama quase sem esperança,
sente-se, porém, que um novo mundo está surgindo.
E como aurora de paz renasce a solidariedade
e a partilha do amor entre os diferentes povos.

É a paz que nasce dos escombros da guerra!
É o novo tempo de construir o que foi destruído!
É o convite para todos se unirem num mutirão de paz!

Vamos dar as mãos para ajudar aqueles
que engrandecem a existência humana,
oferecendo a nossa colaboração na tarefa de promover
tantas vidas que o egoísmo e a ambição mutilaram.

Sejamos artífices da paz, na luta para engrandecer
a dignidade humana de quem foi excluído
pelo desamor e pela injustiça.

É tempo de sermos semeadores(as) de paz!
É tempo de convivermos em
paz!

0 Comments:

Post a Comment