Tipos de Contração Muscular

Tipos de Contração Muscular :

 
O músculo é composto de elementos elásticos e contráteis. Dependendo da contração muscular, pode-se contrair ou estirar os elementos envolvidos.

Os tipos de contração muscular são divididos em: 

contração isometrica (metria = comprimento; iso = igual ou constante), contração isotônica (que pode ser dividida em excêntrica e concêntrica) e contração isocinética (cinética = velocidade; iso = igual ou constante). 


A contração isométrica é aquela onde o músculo desenvolve tensão, porém não há alteração em seu comprimento externo. Em outras palavras, a contração isométrica é aquela em que o músculo contrai-se e produz força sem nenhuma alteração macroscópica no ângulo da articulação. Parece que o mecanismo desta contração reside no fato de que a energia que normalmente seria exibida como trabalho mecânico externo é usada no rearranjo estrutural das fibras, isto é, as fibras se encurtam e o tendão se alonga, e parte da energia se dissipa em calor. Outros estudos sobre a biomecânica da contração isométrica relatam que a mesma acontece pois permite um deslizamento das miofibrilas mais externas enquanto que aquelas que se encontram mais internamente permaneceriam estáticas. 





A contração isotônica ou também conhecida como contração dinâmica, é aquela que acontece quando há uma desigualdade de forças entre a potência muscular e a resistência provocando, assim, o deslocamento do segmento. Ela pode ser dividida em concêntrica, que é aquela onde a potência é maior que a resistência e a fibra muscular sofre uma diminuição de seu tamanho (encurta-se), isto é, a origem se aproxima da inserção e excêntrica que é aquela onde a resistência é maior que a potência onde as fibras, por possuírem características elásticas, se ampliam fazendo com que o ponto de origem do músculo se afaste da inserção. Outra maneira de se pensar em contração muscular excêntrica é pensar que esta é uma modalidade onde o músculo se alonga durante o tempo em que está exercendo tensão. 




A contração isocinética é aquela em a tensão desenvolvida pelo músculo é máxima em todos os ângulos articulares durante toda a amplitude de movimento porque ela é realizada em uma velocidade constante. A velocidade é controlada e a resistência é variada ao longo do arco de movimento. As vantagens da contração isocinética são que a) é capaz de obter contração máxima ao longo da amplitude total de movimento, oferecendo maior eficiência do rendimento muscular; b) a sobrecarga nas articulações é pois é a força produzida pelo paciente que controla a sobrecarga imposta pelo aparelho; c) é capaz de realizar uma gama de testes musculares através das diferentes velocidades aplicadas e de diferentes posturas.

1 Comment:

  1. Anônimo said...
    Os aparelhos da Precor são de primeira linha http://www.gymcorp.com.br

Post a Comment